Paty Carneiro: movida a café e presença digital

0
26

A publicitária e relações públicas Patrícia Carneiro tem uma trajetória de sucesso na construção de marcas na região sul e em outras cidades brasileiras. Nos últimos anos, criou sua própria agência de planejamento – a Plann – e passou também a se dedicar à consultoria na área de presença digital, orientando influenciadores.

Um dos projetos que ela tem se envolvido neste 2020 é o Caixa Preta Cursos, uma plataforma colaborativa de conteúdo e mentoria para destravar a presença digital de empreendedores e influenciadores. O projeto surgiu durante a pandemia, de uma série de lives no Instagram chamada Caixa Preta da Paty.

E para fazer tantas coisas, só com muito café mesmo. Paty é ligada na tomada 220v e coffeelover assumida.

Toma em média 4 xícaras de café por dia para ter energia para tantas lives, reuniões e atividades. Prefere o café passado, que tem mais cafeína.

Suas xícaras na verdade são canecas, com doses generosas de café. “Mas estou tentando reduzir um pouco, para desacelerar”, diz brincando, sem muita convicção.

Madrinha do Café Combustível

Paty Carneiro é nossa amiga há mais de 20 anos, desde a faculdade. Trabalhamos juntas no Grupo de Apoio à Prevenção da AIDS (GAPA-RS) no início dos anos 1990, na área de Comunicação. Trilhamos caminhos diferentes mas nunca perdemos o contato. E em um momento importante de transição de carreira, Paty foi fundamental na concepção do conceito do Café Combustível. Ela foi a primeira pessoa que me perguntou: por que você não vira uma influenciadora na área do Café? De lá para cá três anos se passaram e o projeto se consolida. Obrigada, Paty, e sucesso, sempre.

Há 3 anos, no lançamento do Café Combustível