Os usos exotéricos do café

0
4

A cada mês que inicia, nossas esperanças se renovam. Sempre achamos que aquele novo ciclo de 30 ou 31 dias vai trazer boa sorte seja em aspectos como amor, finanças, paz e, neste momento em especial, na nossa saúde, bem maior e tão necessário.

Por isso, selecionamos dois usos exotéricos do café, mas que são importantes para trazer boas energias e para entender melhor seu presente e futuro – o café para defumação da casa e na cafeomancia, arte milenar da leitura da borra do café.

Defumação com café no primeiro dia de cada mês

O café carrega uma frequência de energia de limpeza por isso renova as capacidades de interpretação e ampliando a concentração da mente. O pó do café pode ser utilizado para espantar energias densas de residências ou espaços profissionais. Ele limpa a energia estagnada e traz sensação de bem estar pois renova as frequências.

Para fazer essa defumação natural, é preciso usar o pó de café novo, nunca usado. Colocar em um pires e fazer um montinho com uma ponta, acender com fósforo e deixar ele queimar como incenso. Atenção, coloque pouca quantidade pois faz muita fumaça.

A sugestão é fazer no primeiro dia de cada mês. Você pode misturar com canela em pó e açúcar, emitindo vibrações mentais para o seu lar de renovação prosperidade e fartura.

Cafeomancia: o destino no fundo da xícara

Outra aplicação não convencional do café, com foco no bem estar espiritual é a a leitura do destino, por meio do oráculo da borra, conhecido como cafeomancia. Essa é uma técnica muito antiga de ler o destino na borra do café que fica na xícara, ao final da bebida.

Há várias versões para o surgimento deste oráculo. Alguns dizem que foram os egípcios que descobriram mais esse segredo. Mas a cafeomancia foi desenvolvida mesmo pelos árabes e turcos e usada pelas odaliscas dos antigos sultões.

Quando tomamos um café, muitos dos nossos pensamentos ficam plasmando ali na xícara. Esse é um oráculo que ajuda no desenvolvimento da intuição, facilitando a comunicação espiritual, à medida que se tenta desvendar os significados dos símbolos.

A pessoa interessada em conhecer seu futuro faz um café bem encorpado e o coloca em uma xícara de louça que deve ter seu interior branco e liso. Ao terminar de tomá-lo, basta virar a xícara ao contrário para que a borra formada pelo pó do café se fixe nas paredes dela.

A psicopedagoga gaúcha Dalila Frota conheceu a Cafeomancia há mais de 30 anos, em uma viagem para a Europa. Desde então, se apaixonou pela técnica e foi aperfeiçoando sua leitura e interpretação. Para Dalila, a leitura da borra de café é um instrumento de narrativa, em que cada pessoa segue sua própria história, revisitada dentro de um universo mágico.

A cafeomante já atendeu em várias cafeterias da capital. Agora, por conta da pandemia, as sessões são agendadas e restritas, mas continuam em escala menor. Interessados podem contatá-la no whats (51) 9187-8528.