O laboratório onde Mr White toma café

0
161

O casal Bruno Faria de Souza e Maria Helena Lopes tinha por hábito frequentar cafeterias nos momentos de folga. E sonhava em abrir um negócio na área de café, mas não queria nada muito convencional. Conseguiram.

Tudo lembra química. Foto: Sophia Normann

Apaixonados pelo seriado americano Breaking Bad, buscaram no enredo e personagens da trama a inspiração para criar o Mr White Café, na Cidade Baixa. A série retrata a vida de Walter White, um brilhante professor de química com muitos problemas pessoais e familiares e que decide produzir metanfetamina com seu ex-aluno Jesse. Na trajetória do crime, conhece um químico chamado Gale que através de um equipamento feito com vidrarias químicas é capaz de extrair um excelente café (na 3ª temporada). Breaking Bad estreou em 2008 e teve cinco temporadas de muito sucesso, deixando uma legião de fãs.

Todos esses elementos – oriundos do universo da química – estão presentes no Mr White. Cafés servidos em vidraria química, como os copos Erlenmeyer e Becker, e várias referências à série nos ambientes da cafeteria dão um toque misterioso e muito interessante à cafeteria.

São servidos os principais métodos de café, com grãos Catucaí 44 Amarelo e orgânico Catuaí Vermelho. Um dos pontos fortes da casa é o método Cold Brew, um café extraído a frio, que, aos poucos, conquista o paladar dos gaúchos. “Como iniciamos nossas atividades no verão, queria justamente trazer a experiência do Cold Brew para nossos clientes, por ser uma bebida versátil e que tem tudo a ver com a química do café”, informa Bruno. Além do Cold Brew tradicional, Mr White também oferece a bebida acrescida de frutas, em diferentes versões.

Experimentamos o Cold Brew com morangos. Foto: Sophia Normann

Outra atração do espaço são os macacões que o personagem usa na série para os clientes vestirem e fazerem selfies. “Quem entra aqui embarca na experiência dos cafés especiais e no universo de Breaking Bad”, comenta Maria Helena.  

Macacão é usado para selfies pelos frequentadores. Foto: Sophia Normann

Muitos dos clientes já fieis, apesar do pouco tempo de funcionamento da cafeteria, são fãs incondicionais das aventuras do professor Walter White. Um deles deu o livro “Folhas da Relva”, de Walt Whitmann, um dos favoritos do personagem da série, de presente ao casal de sócios. Os professores de química também adoram o espaço.

E assim como os personagens da série, a cafeteria também se transforma…

Com a chegada do outono, outras novidades no cardápio estão por vir, além de novas opções gastronômicas. “Como os personagens ao longo da série, nossas bebidas e acompanhamentos também vão se transformando”, brinca Bruno.

Em breve também estará aberta para a visitação uma exposição fotográfica com imagens produzidas no local pelo amigo do casal Carlos Eduardo Braz, que foi fazendo fotos com referências à série em suas visitas nos finais de semana. Um pouco dessa exposição, Café Combustível já antecipa por aqui, confira:

Mr White Coffee House

Rua General Lima e Silva, 1196 – Cidade Baixa

Funcionamento: terça a sábado, das 11h30 às 21h, e domingo das 16h às 21h

Casal Bruno e Maria Helena, com a publisher do Café Combustível, jornalista Laura Gluer