Fotografia e cafeína

0
74

A fotografia tem diversas vocações. Serve para fazer retratos, capturar cenas do cotidiano, documentar a história acontecendo e conduzir à fruição estética, ou seja, capturar o olhar como objeto de arte. Em todos estes olhares possíveis, situações da vida urbana e rural estão presentes. A ambientação de uma foto pode ser uma plantação de café ou uma cafeteria. Uma grande cidade e seus arranha-céus e o homem no campo.

Neste momento de distanciamento social e de busca de uma vacina para um inimigo invisível que atormenta o mundo todo, a fotografia ganhou ainda mais força como meio de comunicação. Ela aproxima amigos e familiares distantes nas postagens das redes sociais, gera empatia ao retratar um profissional da saúde que luta para salvar vidas, revela momentos do nosso cotidiano antes não documentados, como o ritual de um café em casa, enquanto olhamos pela janela.

Segundo o fotógrafo Rogério Soares, proprietário do Café do Avesso, a fotografia, como toda forma de arte, tenta suprir o que a realidade não pode oferecer. “Vivemos num mundo cada vez mais permeado por imagens e, neste momento de distanciamento social, a fotografia nos transporta a este imaginário”, afirma.

Para o fotógrafo, que também trabalha com café, nossa bebida favorita é plasticamente perfeita para uma foto, seja no grão, no preparo ou já na xícara. Além disso, uma ambientação em que o(a) modelo esteja com um café sempre tem forte apelo de comunicação.

Então que tal traduzirmos este momento ímpar na história da humanidade através das lentes dos nossos celulares e câmeras? Ou apreciando as mensagens que os fotógrafos querem nos transmitir? Também podemos aproveitar o momento para realizar aquele curso ou ensaio que tanto queríamos e que a falta de tempo nos fazia postergar.

Veja algumas novidades do mundo da fotografia que Café Combustível selecionou para seus leitores:

Do cafezal ao pampa

O concurso Mãos de Café, promovido pelo gabinete do deputado Evair de Melo, representante da bancada do café no Congresso Nacional, vai premiar as três melhores fotografias que retratem a colheita do café no Brasil. As inscrições estão abertas até 30 de setembro no link www.concurso.evairdemelo.com.br

Para quem prefere contemplar a fotografia, a dica é acompanhar a mostra virtual BIOMA PAMPA: ORIGEM, CULTURA E TRADIÇÃO, promovida casa de carnes Pampas Prime em sua loja física e nas suas redes sociais oficiais. São 20 imagens naturais e bucólicas que remetem à vida no campo no pampa, assinadas pelos fotógrafos Eduardo Rocha, Leandro Abreu e Rafael Caggiani Luizelli. A exposição conta com o apoio institucional da Secretaria Estadual de Turismo, da Associação Brasileira de Hereford e Braford e sua Carne Certificada Hereford. 

Cafeteria como cenário

Por conta do decreto que proíbe o atendimento ao público em bares e restaurantes, o simpático Café do Avesso, na Cidade Baixa, em Porto Alegre, está fechado, infelizmente. Mas o proprietário Rogério Soares segue usando o espaço da cafeteria como estúdio para ensaios fotográficos, com todos os cuidados necessários para prevenção do Coronavírus. Com decoração retrô, o Avesso possibilita produções de muito bom gosto.

Além dos ensaios, Rogério também está oferecendo neste período de pandemia um curso online de fotografia, em 10 aulas, com conteúdo teórico e prático. Informações sobre como fazer um ensaio fotográfico no Avesso ou participar do curso pelo whats 51 98323 5707.