Descubra o universo das cervejas com café

0
171

A chamada Terceira Onda do Café é um movimento que passou a valorizar a excelência da bebida, suas notas sensoriais, origem, altitude, cultivo e método de processamento, além de outros aspectos técnicos. Podemos dizer que este é um momento de consumo mais criterioso do café, que sucedeu uma primeira onda caracterizada pela massificação do consumo da bebida no mundo e uma segunda onda mais voltada à gourmetização. Nosso parceiro Rodrigo Kirsch, do Terça Expressa, já escreveu um artigo explicando melhor essa onda aqui no Café Combustível https://cafecombustivel.com.br/terceira-onda-do-cafe-2/

Esse movimento ocorrido com os cafés é bastante similar a uma outra onda: a das cervejas artesanais. A cerveja também passou a ter uma degustação mais artesanal nos últimos anos, valorizando origem, notas sensoriais e processo de fabricação da bebida e um consumo mais criterioso. Além das cervejas tradicionais, hoje é possível encontrar cervejas acrescidas de outros sabores, como frutas, chocolate, erva-mate e, claro, café.

O publicitário e sommelier de cervejas Bento Ferreira compartilha conosco seus conhecimentos sobre as deliciosas e originais cervejas com café. Uma boa pedida para apreciar uma cerveja artesanal com sabor diferenciado em casa, com a família e também com os amigos.

Veja as dicas deste especialista em cervejas (texto originalmente publicado na coluna Beer Art, do Jornal NH).

Cervejas especiais com café

Atualmente no nosso mercado de cerveja não é mais suficiente preparar uma cerveja excelente. Para empolgar os paladares, precisamos adicionar ingredientes diferentes e exóticos, para que possamos ter sabores e aromas únicos em nossa bebida.

Foi então que nossas cervejarias decidiram juntar duas paixões dos brasileiros, cerveja e café. Como é o caso de algumas cervejas dentro dos estilos Stout, Porter e outros estilos que não pedem a presença do café, mas que podem ter cervejas que lembrem esse sabor. Por isso, fiz uma lista com 4 cervejas mais comuns de se achar em grandes mercados para que você possa ter acesso facilmente.

Não separei cervejas difíceis de encontrar, pois a ideia é que possamos acha-las em pequenos mercados.

Embora as cervejas desta lista tenham café em comum, as quantidades e técnicas usadas para adicioná-lo são diferentes entre uma cerveja e outra. Algumas cervejarias envelhecem a cerveja em grãos de café torrados, outras adicionam café na fervura ou na fermentação, algumas adicionam café fresco à cerveja acabada. Cada técnica adiciona uma característica diferente e é mais adequada a um determinado estilo.

Adicionar café frio a uma kölsch, por exemplo, superaria os sabores leves e sutis da cerveja, enquanto a infusão de um kölsch em café transmite notas torradas sem estragar o estilo base. Da mesma forma que adicionar café frio a uma cerveja acabada é muito mais adequado para stouts, porters ou cervejas escuras que já são propensas a uma característica torrada/café.

Independentemente da técnica ou quantidade utilizada, cada uma das cervejas, que listei tem um toque sutil de café que certamente vai lhe surpreender.

Cerveja Colorado Demoiselle

Demoiselle é o nome de um dos aviões inventados por Santos Dummont, que passou parte da infância na região da Alta Mogiana, onde seu pai foi um dos grandes expoentes no cultivo do café. E é esse ingrediente tipicamente brasileiro, combinado com maltes importados, que dá o toque singular no sabor e no aroma desta preciosa cerveja. Demoiselle é uma cerveja premiada com medalha de ouro na European Beer Star (2008) na Alemanha. Campeã Nacional com Medalha de Ouro no Estilo Flavoured Chocolate & Coffe Stout na WBA 2017.

Baden Baden Kaffee Bier

A Cervejaria Baden Baden, de Campos do Jordão, lançou em 2017, a Baden Baden Kaffee Bier. Essa cerveja une duas variedades de café, Acaiá e Bourbon, que harmonizam com o leve amargor do lúpulo e o tostado de malte. Essa cerveja harmoniza com tiramissu, sobremesas à base de chocolate, carnes de porco defumada e queijos semiduros.

Morada Hop Arábica

Essa é uma das melhores cervejas com café que você vai tomar. Fruto da parceria entre a cervejaria Morada Cia Etílica e Lucca Cafés Especiais, surgiu essa Belgian Blond. Uma cerveja muito saborosa, aromática, fruto de um longo trabalho entre a escolha dos ingredientes e o preparo da cerveja. Seu teor alcoólico é de 5%. Ganhadora da medalha de ouro no Festival Brasileiro da Cerveja (categoria Coffe-Flavored Beer) e considerada a melhor Ale Nacional na Enquete do Bob 2015.

Tupiniquim Monjolo Imperial Porter

Eleita a melhor cerveja do Brasil no RateBeer (2016), tem coloração negra e espuma bege. A Monjoloé uma Imperial Porter, cremosa, saborosa, com notas de chocolate nítidas, a presença do álcool passa despercebida, misturada com sua potência e complexidade. Excelente para acompanhar sobremesas ou ser a última cerveja do dia, retrogosto persistente e intenso, assim como no sabor e no aroma os maltes especiais dão um toque especial. Os 10.5% de álcool chegam a esquentar, porém não atrapalham a degustação da bebida.

Borá tomar um cafezinho alcoólico? Mande um e-mail para bentocla@gmail.com ou pelo Direct do Intagram @bentocla para fazer uma pergunta. Cheers!

Bento Ferreira: um expert na cervejas

Bento Ferreira é publicitário, especialista em Marketing e Marketing Digital, Beer Sommelier pelo Instituto da Cerveja e Academia Barbante/Doemens Akademie, Homebrewer e Sommelier de Vinhos pela ABS-SP. Trabalha há 13 anos na área da Comunicação, sendo os sete últimos com foco em criação de rótulos para cervejas artesanais. Hoje é sócio proprietário da Agência Alvo em Porto Alegre/RS, além de palestrante e colunista da Beer Art, do Jornal NH e do Jornal Floresta